Você está lendo freestyle #3

freestyle #3

  • terça-feira, 26 de maio de 2009
  • Wash.
  • me acorde antes que eu adormeça
    antes que eu perca a parte importante da estória
    antes que eu não saiba continuar de onde ela parou
    que tudo o que foi dito antes seja desmentido
    seja desmedido, descabido
    desproporcional em relação ao real
    e inevitável

    me acorde antes que eu adormeça
    antes que eu seja o que nunca fui
    antes que eu comece a agir como nunca agi
    e que eu me vicie nessa droga que me guia
    pelo caminho errado
    apesar de ter o caminho certo bem à minha frente
    bem claro, com placa indicando "POR AQUI"

    me acorde antes que eu adormeça
    antes que eu pegue no sono
    aquele sono zumbificado
    aquele que se sente levitar e de repente cair
    e se a queda for bem maior do que parecia
    me acorde antes de chegar ao chão
    antes de atingir com a cara no concreto

    me acorde antes que eu adormeça
    antes que me faça parar de respirar
    com o peso dos poltergeists sentados sobre meu peito
    me acorde antes que atinja essa situação que cria
    uma disposição mental para ataques de panico
    me acorde dum pulo sobre meu barco
    e nessa hora eu serei Ahab contra a grande baleia branca

    e foi então que ela me acordou
    e foi só então que o sono veio
    e tive que desistir do dia.
    uma cochilada urgente, apressada
    com os olhos entreabertos
    e estaria preparado para meu destino
    com todo aquele gelo lá fora, à minha espera.



    hmm... acho que vou transformar isso numa letra de música, ou coisa parecida...

    1 coffee junkies:

    1. Marcelo Mayer disse...
    2. é como "cai da cama e sorri, mas depois de um dia cai do cavalo e chorei"

      gostei cara! gostei da poesia livre, sem a preocupação com tempo, métrica, palavras certas. gosto de coisas jogadas! e o seu poema é o cotidiano de muita gente, inclusive o meu.

      27 de maio de 2009 13:34